Verdades e mentiras sobre implantes dentários – Segunda Parte

 – Qual a taxa de sucesso dos implantes dentários?
O índice de sucesso é de 98%, ou seja, em cada 100 poderemos ter problemas em 2. Mesmo nesses que temos problemas, a cirurgia pode ser refeita. Apenas pacientes fumantes ou que façam uso constante de álcool tem essas médias diminuídas para aproximadamente 85% de sucesso e 15% de insucesso. 

2 – Todas as pessoas podem colocar os implantes e os dentes no mesmo dia (carga imediata)?
Não, nem todas as pessoas podem colocar implantes e dentes no mesmo dia. Aliás, ainda é a minoria das pessoas que podem. Para isso o paciente tem que ter quantidade e qualidade suficiente de osso. Quando existe osso na região inferior normalmente é possível, pois o osso da mandíbula é mais duro (menos poroso). Já a maxila é um osso mais poroso e por isso a fixação do implante é mais difícil. Então para a colocação de implantes imediatos é necessário avaliar a quantidade óssea, o número de implantes e os dentes que serão implantados. Nos implantes convencionais as pessoas esperam em torno de 2 a 3 meses na região inferior e de 4 a 6 meses na região superior e se possível, sempre acho que é mais seguro se puder esperar. 

3 – Quantos implantes são necessários em um paciente que não tem nenhum dente?
Depende do tipo de trabalho que se for fazer, mas na parte superior no mínimo 6 e na região inferior no mínimo 2. Essa diferença no número de implantes é pelo motivo dito anteriormente de que o osso de cima é mais mole e o de baixo mais duro. 

4 – Quais são as etapas de trabalho?
A primeira e mais importante das etapas é a de planejamento. Nesta fase nós tentamos descobrir quais os objetivos do paciente e quais as reais possibilidades de trabalho que existem. Após a definição do tipo de trabalho a ser feito vem à parte da cirurgia, onde os implantes são colocados. No caso de implantes com carga imediata, dentes provisórios são colocados no mesmo dia da cirurgia. Nos casos tradicionais, o paciente deve aguardar durante 2 ou 3 meses para colocação dos dentes definitivos na região inferior e de entre 5 e 6 meses na região superior. 

5 – Dói colocar implantes?
Não, a colocação de implantes é muito tranqüila em relação à dor. A anestesia é local, exatamente a que se toma para fazer qualquer tratamento dentário. A única fase que poderia causar algum tipo de dor seria na hora de abrir a gengiva, mas hoje em dia nem isso fazemos muitas vezes. Quando chegamos no osso, a dor não ocorre pois o osso não tem inervação, então ele não dói. O pós-operatório é tranqüilo,recomendando analgésico,antibiótico, antiinflamatório e repouso apenas no dia da cirurgia. No dia seguinte o paciente já pode voltar as suas atividades de trabalho, com moderação. 

6 – Qual a maior novidade em implantes dentários?
A maior novidade não está no implante, mas sim nos exames que se faz e como se usa esses implantes. Nesta técnica é possível fazer a colocação dos implantes, sem precisar cortar a gengiva. A cirurgia é feita inicialmente no computador, depois teremos o modelo da boca do paciente com os implantes colocados e uma guia que irá nos mostrar o exatolocal na boca no ato cirúrgico, não precisando cortar a gengiva e nem dar pontos.

Fonte: Site minha Vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s